Laia Domènech

  • Ilustradora

Um dia em que o sol queimava fui dar uma volta de bicicleta. Lembrei-me de levantar uma pedra, das muitas que havia; escolhi precisamente aquela. Desenroscou-se uma centopeia fluorescente e desatei a correr. Ainda ando de bicicleta, mas agora desenho as pedras e imagino o que se esconde lá debaixo. Encontrei-me com a ilustração há uns anos, não muitos, e desde então tem–me feito sentir como um quarto cheio de janelas que recebe convidados inesperados, um refúgio onde posso sussurrar segredos enquanto desenho.

Livros relacionados